Tratamentos

Incontinência urinária

Sling masculino e feminino

A incontinência urinária é definida como a perda do controle da micção (ato de urinar). O descontrole urinário, ou incontinência, tem muitas causas:

  • Causas relacionadas a contrações involuntárias da bexiga – Geralmente tratadas com medicamentos.
  • Causas relacionadas à perda do controle do esfíncter urinário (músculo responsável pela continência urinária) – Geralmente tratados com fisioterapia e procedimentos cirúrgicos.

Entre os tratamentos cirúrgicos mais comuns, estão os slings.

Os slings são telas feitas de material sintético que, quando fixadas junto aos ossos da bacia dos pacientes, por sobre a uretra, podem levar à cura da incontinência. É a principal modalidade de tratamento para mulheres com incontinência urinária de esforço (perda urinária advinda dos esforços, tosse, espirro), mas também podem ser utilizados em pacientes do sexo masculino, principalmente em homens que foram submetidos a prostatectomia radical para o tratamento do câncer de próstata.

O Dr. Luiz Augusto Westin, médico urologista especializado em urologia reconstrutora no Rio de Janeiro, tem larga experiência no implante de slings.

Ilustração de um sling masculino.
Ilustração de um sling masculino.

Esfíncter urinário artificial

Em homens, a principal causa da incontinência urinária são as sequelas das cirurgias prostáticas. Estas muitas vezes podem ocasionar incontinência urinária severa, obrigando o homem a utilizar fraldas, o que altera consideravelmente a qualidade de vida do paciente.

O esfíncter urinário artificial é considerado o padrão ouro no tratamento da incontinência urinária masculina.
Ele é constituído por um anel inflável que envolve a uretra conectado a um reservatório localizado abaixo do púbis e a uma pequena “bomba” implantada na região escrotal. O anel uretral fica inflado constantemente permitindo a continência completa.

Quando o paciente sente vontade de urinar, ele aciona a bomba localizada no escroto e todo o soro contido no anel é direcionado para o reservatório, permitindo o esvaziamento da bexiga. Após a micção, automaticamente o anel vai sendo inflado novamente.

Ilustração com todos os componentes do esfíncter urinário artificial – AMS 800

A colocação do esfíncter urinário artificial é um procedimento relativamente simples, mas que necessita de experiência para um implante correto.

Quer entender mais sobre o procedimento e os seus benefícios? Entre em contato com o consultório do Dr. Luiz Augusto Westin, médico especializado em urologia reconstrutora no Rio de Janeiro.

Agende uma consulta

Leia mais notícias

Comunicado

WhatsApp